Segurança em condomínios: Confira 7 dicas para aprimorar

Grande parte das pessoas coloca a segurança como prioridade ao alugar ou comprar uma residência. Por isso a busca por casas e apartamentos em condomínios tem crescido com o passar dos anos. Afinal, esses espaços contam com portaria, câmeras de monitoramento, entre outras medidas preventivas.

Diante da sua importância e para que seja efetiva a segurança em condomínios precisa de acompanhamento constante dos síndicos e das administradoras, assim como a implementação de novas ações, que possam ser ainda mais eficazes.

Nesse sentido, separamos 7 dicas para aprimorar os sistemas, tornando-os ainda mais seguros. Confira:

1 – Realize um treinamento com os funcionários

A portaria exige atenção especial de síndicos e administradoras quando o assunto é segurança em condomínios. Isso por que é a porta de entrada e saída de todos os moradores, visitantes e funcionários.

Dessa forma é imprescindível que os responsáveis pela circulação na portaria estejam preparados para lidar com as mais diversas situações.

Assim, os funcionários devem ser treinados para saber quando liberar ou barrar a entrada de pessoas. Esses critérios precisam estar estabelecido pela convenção do condomínio.

2 – Elabore um guia com medidas de segurança em condomínios para consulta

Certamente, um recurso bastante efetivo para auxiliar a segurança em condomínios é a elaboração de um guia, com algumas medidas preventivas.

É importante que este guia contenha informações sobre o controle de acesso da portaria, números de contatos de delegacia e bombeiros, orientações sobre o alarme de segurança, modo de funcionamento das câmeras de vigilância, entre outros.

3 – Conte com controle de entrada das pessoas

Um rígido controle de entrada e saída será essencial para a segurança em condomínios. Em geral, é o descuido com visitantes que cola todos os moradores em risco.

Dessa forma, a portaria deve pedir o nome do visitante – dos amigos e parentes dos condôminos a prestadores de serviço. Documentos de identificação também podem ser solicitados neste momento. Apenas com autorização do morador a entrada será liberada.

4 – Tenha um regulamento específico para acesso de prestadores de serviço

O controle de entrada e saída para prestadores de serviço deve exigir alguns cuidados a mais. Por exemplo, pedir a identificação: o crachá do local em que a pessoa trabalha.

Para reformas e obras no condomínio o acesso desses trabalhadores só será permitido com a autorização do síndico. Como ele certamente fará o agendamento do serviço, já pode avisar a portaria na sequência.

Também caberá ao síndico liberar a entrada do veículo destes prestadores de serviço, quando necessário.

5 – Conscientize os moradores

Assim como os funcionários, todos os moradores do condomínio devem estar cientes das regras de segurança. Autorizar a entrada de pessoas desconhecidas, por exemplo, é um descaso que pode acarretar problemas sérios para o condomínio.

É importante também que respeitem as regras e entendam que seus familiares e amigos precisarão se identificar sempre que os forem visitar.

6 – Tenha procedimentos emergenciais

Mesmo com diversas medidas preventivas, o inesperado pode acontecer. Em caso de emergência é fundamental que moradores e funcionários saibam como atuar.

Por isso é tão relevante ter uma lista com telefones úteis como o da delegacia e de seguranças particulares para lidar com as situações. Outras formas de comunicação, como senhas e alarmes escondidos podem ajudar.

7 – Promova avaliações constantes

Para a segurança em condomínios de qualidade é importante fazer avaliações constantes. Isso inclui o contato frequente com os funcionários para identificar qualquer anormalidade.

Nas assembleias é importante ouvir os moradores, entre queixas e sugestões sobre o tema. Outro ponto é a manutenção dos equipamentos, como câmeras de vigilância e sistema de alarme.

Avaliações constantes ajudam a promover melhorias, evitar falhas e propor novas medidas par manter a segurança de moradores, funcionários e todos aqueles que frequentam os condomínios.

Neste artigo apresentamos sete pontos importantes para manter a segurança em condomínios. Entre eles contar com um rígido controle de entrada e saída de pessoas, promover avaliações constantes, treinar a equipe e conscientizar moradores. As administradoras de condomínios podem auxiliar e muito os síndicos para que todas essas ações sejam mais eficazes.

Depois de conferir mais sobre segurança, leia a respeito do Regimento interno de condomínio: como realizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *